12 de maio de 2014

Ontem

Foi esse o motivo da minha tristeza, nem tão inesperada, de ontem a noite: o próprio ontem.
Por ter marcado um encontro com aquelas fotos de 2012, me deparei também com muitas das coisas que perdi pelo caminho. Caí, em seguida, num estado de perturbação que me motivava a construir um quadro mental de 5 itens do meu passado que gostaria de resgatar:
1) Já fui mais comunicativa;
2) Tolerava por menos tempo coisas que evidentemente são prejudiciais;
3)
4)
5)

Alguns pensamentos simplesmente não são tão conscientes assim. O que me deixa triste, na verdade, é saber que características boas minhas talvez se percam,  mal sei quais são elas e, realmente, não sei como impedir ou dificultar esse processo. Não me esqueço que a mudança é algo natural, bem sei que melhorei na maioria dos aspectos, amadureci. Contudo, o que sinto não é simplesmente nostalgia, mas sim, uma vazio, uma falta... Uma decepção em admirar meu eu antigo e não entender o porquê de admirar esse novo.


4 comentários:

  1. Já ta ficando super chato você escrever coisas que sinto e não consigo expressar ou sinto vergonha de fazer.
    Eu não sei se já fui mais comunicativa, mas sei que no meu momento de vida hoje, no meu curso, isso tem feito uma falta danada. E acho que não preciso enumerar as coisas das quais sinto falta aqui né?
    Pra mim a Dani de dois anos atrás continua a mesma, porém mais madura e segura do que quer. A Dani de hoje talvez seja mais insegura, mas é a vida que te fazer deixar de ser. Você não vai deitar hoje pra dormir e dizer "amanhã vou acordar super segura do mundo e de mim" e ser assim. Isso vai acontecer com as milhares de experiências e pessoas que vão aparecer na sua vida. Você não citou no texto, mas quanto a questão de perdoar ou não conseguir perdoar alguém que te fez mal, é clichê, mas cada um tem seu tempo. Você pode não conseguir preencher alguns objetivos antigos, mas tem milhões pela frente que vai agarrar com toda a força que sei que ás vezes se esconde atrás desse sorriso puro.
    Te cuida.

    ResponderExcluir
  2. Texto tocante! Gosto do seu jeito de escrever.

    =*

    ResponderExcluir
  3. Sempre me pego pensando no passado, vendo fotos e lembrando de como foi bom viver aquilo. Tenho mania de ficar analisando situações, tentar entender as mudanças...
    Até em relação à amizades, minha "turma" que era tão unida de repente cada um foi seguindo seu caminho e isso me deixa triste de certo modo. Mas também vejo que nada é por acaso, as mudanças surgem pra aparecer algo melhor ainda.
    Beijos

    http://quinzemeianoite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,
    deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
    E se gostar e desejar comente.
    Que Deus vos abençõe e guarde.
    António.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Críticas são sempre bem vindas, comentem a tragédia (ou não).