18 de setembro de 2011

Fechadura, cadeado, chave

O tempo não é o grande inimigo, como se diz, "o buraco é mais embaixo". O real problema é aquilo que trás a vontade de fazê-lo passar, e bem depressa, para que não se sinta o que há de pior.
É tanto para fazer por tão pouco, e em períodos tão pequenos. Toda forma de desgaste por tudo que não vale o esforço. O falso poder alheio serve de guia para a sociedade que, vendada, segue rumo a um abismo. Imposição, indução, competição, corrosão... E vive, ainda assim, a tentativa de encontrar o "lugar" ao qual pertencemos. Frustração e preocupação nos pertencem, portanto. São instituições que nos arrancam a autonomia, nos despedaçam, assassinam a criatividade e a motivação.
Procura-se por ligações fortalecidas entre as pessoas, em meio a tudo isso. Tomamos fôlego e repetimos mentalmente, continuamente, palavras de consolo. 
Estamos sufocando e gritando por ajuda em silêncio, trancados em cômodos escuros. Somos todos vizinhos.

14 comentários:

  1. Vizinhos que não querem pedir um pouco de açúcar, querem mais e têm mais pra dividir, emprestar!
    Maravilha de escrita Dani. (;
    Ótima semana.

    ResponderExcluir
  2. Vizinhos que partilham de um breve "Bom dia!" dito em tom rotineiro e a frase deixa de ser desejo para ser breve educação.

    Que saudades,Dani.Suas palavras por muito tempo me aninharam ao mesmo tempo em que me pertubavam.Não demore tanto da próxima vez,sim?
    Beijão ;*

    ResponderExcluir
  3. Brigamos um pouco com o tempo pra dar uma variada...Se quiséssemos simplificar, brigaríamos sempre conosco, sempre.

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. "O real problema é aquilo que trás a vontade de fazê-lo passar, [...]" Eu nunca tinha pensando desse jeito, mas é verdade.
    Gostei bastante do seu blog e de tudo que escreves aqui! Bjs =*

    ResponderExcluir
  5. "Somos todos vizinhos."
    É isso, gostei :}

    ResponderExcluir
  6. Ou que ele passe mais devagar, porque venhamos que ele está passando rápido demais.


    ADOREI O BLOG ;*

    ResponderExcluir
  7. será que dá pra pedir um pouco de diálogo emprestado?

    ResponderExcluir
  8. "Procura-se por ligações fortalecidas entre as pessoas, em meio a tudo isso. "

    Realmente somos todos vizinhos mas temos dificuldades as vezes ate de dar um bom dia!


    Beijos flor ! ♥

    ResponderExcluir
  9. Estamos no mesmo barco...acho que só ele afundando pra todo mundo aprender a nadar...junto!
    bjs moça!

    ResponderExcluir
  10. Somos vizinhos na nossa solidão, cada um com seu cadeado na mão, sua fuga e o medo de confiar nas pessoas, cada dia tão mais egoístas, individuais. beijo

    ResponderExcluir
  11. Engraçado que quando não nos trancamos dentro de um quarto escuro, nos trancamos dentro de nós mesmo que é outro quarto escuro. Só nos resta saber até quando? E se isso é bom ou não.
    Gostei muito, Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Somos todos vizinhos, mas acho que daquele tipo que só pedem emprestado o que falta, sem ao menos saber o nome direito. O tempo é senhor e nós súditos, uma verdade.
    Adorei o texto, tava com saudade daqui.

    =*

    ResponderExcluir

Críticas são sempre bem vindas, comentem a tragédia (ou não).