20 de fevereiro de 2011

When life gives you lemons, make lemonade!



Faz parte de um ciclo, de algo maior. Todo começo tem um fim e, o que termina, indica um novo ponto de partida. Então, não, você definitivamente não precisa de uma bússola. A frustração por perder a sua “razão” pode te prender a perspectivas pequenas: livre-se dela caso seu objetivo não seja permanecer perdido. 
Sei que parece surreal e, muitas vezes, a palavra “acabou” chega sem aviso prévio, porém não se deixe levar pela insegurança de não ter marcado o caminho da casa com grãos, pelo medo do que surge quando as luzes se apagam, pelo receio proveniente de estar desarmado. É preciso ser otimista, ou realista no mínimo, para voltar a enxergar o horizonte, um novo cenário. O pessimismo, agora, funcionará como uma âncora, capaz de prender-lhe ao passado enquanto dias importantes de sua vida se despedem. Ser imune a dor, não arrepender-se de qualquer detalhe e não ser surpreendido por uma incrível vontade de chorar não precisa ser seu objetivo, até porque, seria quase inalcançável. Quero dizer, é por ter sentimentos que você se magoa, e se isso acontece, é por você se importar. Enfim, apenas lembre-se de dar mais importância a si mesmo. 
As palavras confortantes, abraços calorosos, desejos insanos, atitudes impulsivas, expressões nas horas certas e tempo investido não vão mesmo desaparecer, nem da memória e nem do coração, mas qual a melhor alternativa se não aceitar? Sim, aceitar que não volta mais, mesmo que seja ainda parte de você (e poderá para sempre ser). Aceitar que tudo está sujeito a transformações e que sofremos metamorfose todos os dias. Aceitar que esse é simplesmente um dos prazeres de viver, evoluir. 
Para domar a angústia, basta encarar como uma experiência muito útil para o que ainda está por vir, afinal, o futuro é incerto e, se houver merecimento, muito melhor. Somos capazes de amar novamente -e cada vez com mais intensidade-, de sorrir inúmeras vezes, de conhecer as vantagens da entrega, de não sofrer mais do que o necessário para tirar uma lição. Portanto, ao invés de agarrar-se ao que te dá adeus, sonhe com o que irá ocupar o lugar vago. 
"Se tu choras por ter perdido o sol, as lágrimas te impedirão de ver as estrelas" Antoine de Saint-Exupéry

20 comentários:

  1. Demais Dani!!!
    Demais mesmo, Já disse, sou fã dos seus textos...
    A foto ali é ótima também

    =*

    ResponderExcluir
  2. NOssa seu texto é a motivação em sim, é muito comum nos prendermos ao passado e esquecer de lutar no dia a dia para termos um futuro melhor.
    Adorei teu texto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. "Para domar a angústia, basta encarar como uma experiência muito útil para o que ainda está por vir, afinal, o futuro é incerto e, se houver merecimento, muito melhor. Somos capazes de amar novamente -e cada vez com mais intensidade"

    Minha flor o combinado foi tu escreveres um texto falando de ti e não falando de mim! kkk
    Agora falando sério amiga, eu chorei ao ler esse texto e tu ainda tem a coragem de dizer que ficou mais ou menos.
    Independente do que aconteceu temos que seguir em frente né, superar um pouco mais a cada dia.
    Temos que aceitar o fato de que algumas pessoas vão ficar em nossos corações, mesmo que elas não fiquem em nossas vidas.
    E viver um dia de cada vez acreditando em um futuro melhor.
    Amei o texto como sempre!

    E pra finalizar deixo um frase do grande Caio Fernando Abreu.

    "Desnecessário é sofrer por alguém que você sabia que nunca iria dar certo"


    Beijos amiga ♥

    ResponderExcluir
  4. guria, que lindo. realmente um belo post, cheio de lições e hoje, eu posso dizer que concordo contigo. não podemos ceder ao desespero, e permitir que a dor nos cegue.
    "Portanto, ao invés de agarrar-se ao que te dá adeus, sonhe com o que irá ocupar o lugar vago." essa frase ficou fantástica, adorei.
    um beijão pra ti

    ResponderExcluir
  5. Eiii. Adorei.
    Lembrei da Ari quando li! rsrs
    É engraçado, que só a partir do momento em que nos convencemos que o fim chegou, e que temos que seguir em frente de qualquer maneira, é que nos abrimos para que outra pessoa abrigue o lugar já habitado antes.

    Belo texto,.
    beijo

    ResponderExcluir
  6. Como estava com saudades dos teus textos,são tão fantásticos.E nada como um dia após o outro,a cada dia a dor melhora e esse texto está cheio de lições que aprendi há algum tempo.
    Beijão ;*

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus, texto perfeito, me fez perceber muitas coisas, nas que são realmente importantes e descartavéis pra mim. Muito bom o texto, mesmo. mariaanadebora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Simplesmente encantador e reconfortante.
    Na realidade tudo que acontece tem algum objetivo ,e mesmo que no momento traga dor e decepção serve de alerta.O amor? Ah,esse nunca faltará,e não faltará jamais alguém para amar e sofrer e se reerguer.
    Excelente texto ,que me fez ler sem querer parar .
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Adorei o seu texto. Bom, e às vezes 'acabar' não é o 'fim', pode ser um 'começo' OU UM 'RECOMEÇO'...
    Bom dia
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. era exatamente de um texto assim que eu estava precisando...acho que ainda vou reler algumas vezes, até aprender a lição nele contida!

    ResponderExcluir
  11. o melhor ki já li aki até hje sem duvidas, talvez por fazer muito sentido no momento, não sei...

    ResponderExcluir
  12. Que lindo Daniella, uma lição ao coração, que teima, teima sempre!rs...adorei teu texto! :)

    ResponderExcluir
  13. hey, tem um meme pra ti no meu blog, dá uma passadinha lá pra buscar^^

    ResponderExcluir
  14. gostei do blog , estou seguindo :) http://lidbram.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. ooi ;)
    a Ariana me apresentou seu blog
    e eu fiquei louca, você escreve muitíssimo bem
    e estou encantada por esse texto!
    Era tudo que eu precisava ler hoje!
    Seguindo-te!
    beijo ;*



    http://expectativasdesleaiis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. É nisso que me baseio sempre também. Me identifiquei muito com o seu texto. Muito lindo aqui flor. Um beijo pra ti.

    ResponderExcluir
  17. Você não sabe como fez bem ler essas palavras, obrigada ;) Você escreve muito bem, vou ser obrigada a dar uma checada em seus outros posts! haha Seguindo, bjs

    ResponderExcluir
  18. Com esse texto, me ajudou a perceber como não vale a pena sofrer em vão, como precisamos olhar para o futuro e, bom, por falta de citação melhor, "fazer uma limonada dos limões que a vida te dá", KKKK. Me identifiquei muito, ainda porque estou passando por uns dias bastante difíceis, e teu texto está me ajudando a "superar" isso. De verdade, você escreve muito, muito bem. Obrigada.

    Beeijos

    ResponderExcluir
  19. É, tenho muito medo da palavra acabou, mais não vale a pena ficar sofrendo, porque enquanto você sofre, você perde segundos da sua vida, segundos esses que você poderia estar sorrindo.
    Você escreve muito bem, :D

    lelyanjos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Menina. Quanta lição tu nos transmite hein?! Confesso, que há pouco tempo me via presa à angústia de ter recebido um adeus inesperado! Hoje, após superar uma perda, me vejo outra vez aberta a novas experiências, e a novos sentimentos. Concordo, em gênero, número e grau contigo e com tuas palavras.
    Um lindo texto! Que seus leitores encontrem motivos para tentar novamente, sempre! Um grande beijo!

    ResponderExcluir

Críticas são sempre bem vindas, comentem a tragédia (ou não).