24 de agosto de 2010

"there is one thing I can never give you,

 my heart will never be your home" oasis- stand by me


Apenas me entende quem sabe como é se sentir assim. Possuo um vazio e não acredito que haja resposta para preenchê-lo. Pelo menos, não por enquanto. Sei que esse texto soa como um pedido de ajuda, que coloco essas palavras no papel para tentar amenizar o que ecoa e arranha meu interior, porém, não encontro forças para apostar que tudo vai se acertar em mim.
Como faço para capturar um sentimento que não me habita? Quero dizer, eu realmente gostaria de me sentir completa, não sou capaz de me obrigar a transformar minha maior insegurança na mínima sensação de certeza.
Gostaria mesmo de pensar, ao menos uma vez, que sou o suficiente para quem amo. Queria poder dizer a mim mesma que completo-o como mais ninguém e que os sorrisos e olhares pertencem a mim. É horrível e uma grande repressão quando se enxerga que a pessoa que está ao seu lado deseja o que você nunca poderia oferecer.
Respiro essa angústia. Vivo uma injuria fingindo que estou bem quando, na verdade, peço constantemente para forças maiores a realização de morar no coração de quem desejo, dar-lhe as maiores alegrias, cores e motivação, fazê-lo acelerar ou quase parar, se conveniente.
Quando deito a noite, não me esqueço de que melhor seria não me lembrar daquele "alguém", mas algo insiste em me fazer pensar e então, me perco. Me perco (por tempo indeterminado) em minhas teorias, sonhos, medos e, por fim, mergulho em minhas fraquezas. Essa é a parte em que dou de cara com um nada, um lugar escuro e perdido que sou obrigada a frequentar diariamente: o vazio de não poder dar amor e completar quem amo.

12 comentários:

  1. Nossa. Contou meu drama!
    Pleno, muito pleno!!

    ResponderExcluir
  2. Oi....seu texto é verdadeiro....triste...

    PRA VC:"Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada"C.Lispector

    bjos com carinho!!!!

    Zil

    ResponderExcluir
  3. "Gostaria mesmo de pensar, ao menos uma vez, que sou o suficiente para quem amo. "

    Dani se você não é suficiente pra quem tu amas, é pq essa pessoa não é suficiente pra ti, pense nisso!

    E mais uma vez "choquei" com o seu texto, eu fico impressionada de como tudo que você escreve acontece ou ja aconteceu comigo a mesma coisa!
    Quando nós damos de cara com o nada é muito ruim eu sei, e nada que eu te disser aqui vai fazer adiantar, so te falo pra não desistir que na hora certa tudo vai acontecer como você sempre quiz, não perca a fé florzinha!

    Beijos e fique bem!

    ResponderExcluir
  4. Dani, não deixe que o seu sofrimento te abale. Todas nós já passamos por isso, é horrível, mas uma hora passa, como qualquer outra coisa passa.

    ResponderExcluir
  5. Nossa Dani, angustias..... e mais angustias, me sinto igualzinha*

    Beijos grandes!!!

    ResponderExcluir
  6. Angustias fazem parte da vida, e é o que sempre nos leva a tristeza, mas como dizia Tom Jobim "Tristeza não tem fim. Felicidade sim."
    Então deixa a tristeza de lado, e se apegue as mínimas coisas da vida que a deixam feliz (:
    Ta lindo o texto (:

    bii

    ResponderExcluir
  7. É, esse é um dilema muito complicado que se repete bastante nos dias de hoje...

    Bjs =)

    ResponderExcluir
  8. Amore, tem selinho pra ti no meu blog!

    bjos

    ResponderExcluir
  9. eu entendo perfeitamente.
    se sentir assim, impotente perante tantos desejos, tanto amor. é frustrante. nos incomoda o fato de querermos tanto amar e ser recompensado, talvez só reconhecido por tanta entrega.
    xeero.

    ResponderExcluir
  10. o texto sou eu completamente, acho que é a sensação de não poder dar aquele amor pra que realmente desejamos, isso sim que é o VAZIO.

    como sempre, texto perfeito !

    beijos !

    ResponderExcluir

Críticas são sempre bem vindas, comentem a tragédia (ou não).