14 de julho de 2010

Carta para um alguém ♥

Querido o que quer que seja meu, Se você quer saber, eu sinto falta do tempo em que tudo começou. Desde a primeira vez que eu te vi, eu gostei de você, não sei bem o motivo, mas eu soube que a gente podia se dar muito bem, é o tipo de coisa que se pega no ar e, quando acontece, nos deixa muito melhor! Desde a nossa primeira conversa, eu quis muito ser sua amiga, digo, não uma amiga qualquer, eu desejei que um dia pudesse ser aquela amiga, que a gente pudesse compartilhar os medos, anseios, passado, madrugadas, felicidades e tristezas. Não conseguia tirar os olhos de você, podia ser algo no seu sorriso, no seu cabelo engraçado, na sua voz, no seu cheiro. Se quer saber mais, quando você segurou a minha mão pela primeira vez, senti aquele frio na barriga, um gelo no coração e a maior felicidade do mundo. Continuamos caminhando de mãos dadas, e aí, eu já imaginava se pudesse durar até a porta de casa. "Será que vai dar em alguma coisa?" - pensava. Naquele minuto, torci por um sim. E para minha nem tão surpresa, continuei torcendo durante noites, até que me peguei pensando em você durante as manhãs entediantes na sala de aula, durante as tardes também, as noites com as amigas, e aí, você já sabe: me questionei se isso podia ser mais que uma amizade, e mais que isso, se significaria algo pra você também.  Se quer saber mais ainda, no início não queria me envolver com ninguém, e nem sei se podia, mas o tempo foi passando, nossas conversas diárias ficando cada vez mais íntimas (mesmo sem muito assunto porque eu nunca sei direito o que falar sem parecer uma boba), eu te querendo cada vez mais e acreditando que você sentia o mesmo, até que, enfim, aconteceu. Nos vimos num dia como outro qualquer e, na hora da despedida, o que era um beijo na bochecha virou um "beijo de verdade". Foi pra mim a confirmação de tudo o que estava acontecendo, ia valer a pena, e muito! Por vários dias, foi verdade pra mim. Agora eu queria, com todas as minhas forças, você toda hora comigo. 
Pra você entender, lembre-se que é claro que nem todo final é feliz. É, houve um porém. Por te conhecer bem, soube das coisas ruins da sua vida, dos seus erros, da suas imperfeições, do que você fazia de mal, e ainda, que você não iria mudar por mim por mais que me dissesse o contrário. Eu tive medo de me apaixonar cada vez mais e ser iludida, de acabar desamparada e precisando mais da sua presença, me apavorei e quis não sentir mais nada! Quis sumir e te tirar de mim, então. Quando pediu o sério e torceu pelo meu sim, eu escolhi o não.
Pra você entender melhor ainda, eu sei que posso ter errado. E feio. Como poderia ficar bem sendo só sua amiga, se sei que tive oportunidades pra outras coisas e no fundo, gostaria de ser mais que isso? Posso ter feito também a melhor coisa, mas fui covarde por não tentar. Me culpo por ter me afastado, ou te afastado de mim, como queira. Me culpo por não poder te dizer o que sinto. Me culpo por não saber onde você está agora e o que estaria fazendo. Gostaria de poder voltar a atrás ou, ao menos, fazer você voltar atrás.  Se quer ler mais, tenho que dizer: te quero(de volta), sinto sua falta. Demais. 
Querido alguma coisa meu, se estiver lendo isso, saiba que eu gosto muito de você, e se há uma coisa pela qual eu não me arrependeria de forma alguma, é ter conhecido você.
"Eu gosto tanto de você Que até prefiro esconder Deixo assim ficar Subentendido

Como uma idéia que existe na cabeça E não tem a menor obrigação de acontecer"
Com amor,
 Querida alguma coisa sua . 

16 comentários:

  1. Adorei teu blog. Parabéns!
    Estou seguindo. beijos.

    ResponderExcluir
  2. Adorei, muito lindo. Estou seguindo você também. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ah, ela (não sei se é real) deveria ter arriscado e vivido um história que tinha muito para ser linda, mas talvez essa escolha dela fosse o melhor na hora e quem sabe se o futuro não reserva algo ainda melhor. Ficar lamentando os erros do passado não leva a nada, ela só tem que saber que daqui pra frente é preciso arriscar.

    Bjs =)

    ResponderExcluir
  4. nossa que lindo ! nossa fiquei aqui viajando ! me senti a personagem desse texto !
    mas espero que crie coragem e se declare !
    sei que no ínico vs vai pular linhas da minha história, errando palavras e esquecendo os títulos, mas no final tudo vai dar certo !

    beeijos

    ResponderExcluir
  5. Excelente texto Daniella...

    Parabéns pelo blog, muito bom...

    Brigado pela visita...

    beijos linda...

    http://mailsonfurtado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oie :]
    Lindo seu blog e vou seguir ! ;D

    Visita o meu ? *--*
    http://crazy-dreams-wonderland.blogspot.com/

    bjsbjs :*
    Bye

    ResponderExcluir
  7. Mto lindo!

    E seu blog é show!
    Adorei!

    bjos

    ResponderExcluir
  8. Adorei o texto
    super interessante
    assim como o blog
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Estou te seguindo também!


    bjos
    Otima semana!

    ResponderExcluir
  10. Caramba, mt P-E-R-F-E-I-T-O o texto, me identifiquei mt com umas partes do texto, na verdade quase todas, rs.

    amei mt mt mt o teu blog !

    já estou seguindo !

    Beijos !

    ResponderExcluir
  11. É tão lindoo!

    grande beejo floor;
    feliz 2011 pra tii :*

    ResponderExcluir
  12. adorei o blog, tem uma frase que vou levar pra vida toda, é melhor se arrepender do que se fez, do que se arrepender do que nao fez. Acho que serve pra todos nós.

    ResponderExcluir

Críticas são sempre bem vindas, comentem a tragédia (ou não).